quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Curta-metragem baseado na crônica Stadtluft, de Luis Fernando Veríssimo, será exibido na I Mostra Internacional de Cinema de São Gabriel

Produção do curta-metragem “Nem Isso”.
Divulgação, setembro de 2105. 
Foto a esquerda, Fernando Moro
Foto a direita, Marcos Verza e Ricardo Paim
Créditos fotos: Rodrigo Ricordi


Curta-metragem baseado
na crônica Stadtluft, de Luis Fernando Veríssimo,
será exibido na I Mostra Internacional de Cinema de São Gabriel


Após o seu lançamento, o curta-metragem “Nem Isso” baseado na crônica “Stadtluft”, de Luis Fernando Veríssimo, com direção de Luiz Alberto Cassol e roteiro do crítico de cinema Celso Sabadin, começa agora sua trajetória em festivais, mostras e cineclubes.

Nem Isso”, que foi convidado para a I Mostra Internacional de Cinema de São Gabriel, é uma adaptação realizada por Sabadin e aprovada pelo próprio Veríssimo. O curta conta como as cartas trocadas por um casal em processo de separação, mudam radicalmente a vida de um motoboy. Gravado em Santa Maria, tem no elenco: Fernanda Moro, Marcos Verza, Patrícia Garcia, Ricardo Paim, Tania Bilhalva e Igor Oliveira Machado.

O filme tem a produção executiva de Carolina Bressane, Luiz Alberto Cassol, Marilaine Castro da Costa e Paulo Nascimento. A Direção de Fotografia é de Alexandre Berra, com Direção de Produção de Juliane Fossatti, Montagem de Lucas Tergolina e Trilha Sonora de Paulo Inchauspe.

Com duração de 07 minutos, é uma realização das produtoras Planeta Tela, Accorde Filmes e Filmes de Junho Produtora.

O mais novo curta dirigido por Cassol será exibido dentro da programação oficial do encontro cinematográfico, que acontece em 02 e 03 de outubro em São Gabriel. O organizador geral da Mostra, Humberto Petrarca, confirmou ainda a exibição de outros curtas dirigidos pelo cineasta. Entre eles estão “Doc 143”, “Fome de Quê?”, “Faltam 05 Minutos” e “Anônimos”, distribuídos dentro da programação, numa retrospectiva de alguns curtas que marcam a trajetória do diretor.

Para Cassol que lançou na mesma data, juntamente com “Nem Isso”, o longa documental “Edmundo”, que teve sua direção e roteiro e foi exibido na Mostra de Longas-Gaúchos no Festival de Gramado, essa é uma ótima oportunidade do acesso do público aos filmes lançados. Sou cineclubista e defendo visceralmente que os filmes cheguem até o público. Só assim podemos debater, receber críticas e análises dos trabalhos que as equipes se empenham tanto para realizarem. As produções tem que chegar até as pessoas, até o público, é só aí que um filme realmente está finalizado. Ter dois trabalhos que recém lançamos sendo exibidos de imediato em Festivais e Mostras é uma grande honra para todos da equipe e produtoras envolvidas nos projetos. Sou grato ainda pelo Humberto, organizador da Mostra de São Gabriel, proporcionar que outros curtas que dirigi cheguem até o público da mostra. Quero dialogar muito sobre essas produções”.

Serviço:
Exibição do curta-metragem “Nem Isso”
I Festival Internacional de Cinema de São Gabriel
03 e 04 de outubro de 2015
São Gabriel, RS, Brasil

Ficha Técnica:
Nem Isso”
(Curta-Metragem, Ficção, 07min, Brasil, 2015)
Sinopse: Um casal, um motoboy, uma carta.
Elenco: Fernanda Moro, Marcos Verza, Patrícia Garcia, Ricardo Paim, Tania Bilhalva e Igor Oliveira Machado

Direção: Luiz Alberto Cassol
Roteiro: Celso Sabadin
Produção Executiva: Carolina Bressane, Marilaine Castro da Costa, Paulo Nascimento e Luiz Alberto Cassol
Direção de Fotografia: Alexandre Berra
Montagem: Lucas Tergolina
Direção de Produção: Juliane Fossatti
Trilha Sonora e Desenho de Som: Paulo Inchauspe
Assistente de Direção: Joel Cambraia
Som Direto: Rudmar Marques Cardoso
Figurino e Arte: Ricardo Paim e Patrícia Garcia
Assistente de Câmera: Renan Casarin
Assistente de Montagem: Guilherme Pires Caron
Supervisão de Finalização: Marcio Papel
Material Gráfico: Luciano Ribas
Still: Rodrigo Ricordi
Divulgação: Planeta Tela
Produção e Realização: Planeta Tela, Filmes de Junho Produtora e Accorde Filmes

Apoio: Bovinus Churrascaria, Construtora NIMA, Fonzaço Restaurante, Hotel Umberto, Lucimar Casagrande Coiffeurs, Restaurante Augusto e Restaurante Vera Cruz

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Documentário "Edmundo" é exibido no Festival de Gramado

Após o lançamento em 03 de julho, em Santa Maria, o documentário de longa-metragem "Edmundo" será exibido no Festival de Cinema de Gramado, em 13 de agosto, quinta-feira, às 16h, dentro da Mostra de Longas Gaúchos, no Palácio dos Festivais. A entrada é franca. Tod@s convidad@s.





Sinopse: Edmundo, uma vida multifacetada.


“Edmundo”
(LM, Doc, HD, 72min, Brasil, 2015)
Direção e Roteiro: Luiz Alberto Cassol
Direção de Produção: Juliane Fossatti
Montagem e Finalização: Lucas Tergolina
Direção de Fotografia: Alexandre Berra
Produção: Gilda May Cardoso, Juliane Fossatti e Therezinha de Jesus Pires dos Santos
Trilha Sonora e Desenho de Som: Paulo Inchauspe
Som Direto: Rudmar Cardoso
Assistente de Produção: Greta Dotto
Assistente de Som e Fotografia: Renan Casarin
Assistente de Edição: Guilherme Pires Caron
Still e Material Gráfico: Rodrigo Ricordi
Coordenador de Pós-Produção: Marcio Papel
Pesquisa: Gilda May Cardoso, Greta Dotto e Therezinha de Jesus Pires dos Santos
Produção Executiva: Juliane Fossatti, Luiz Alberto Cassol, Marilaine Castro da Costa e
Paulo Nascimento.
Serviço:
Exibição do longa “Edmundo”, de Luiz Alberto Cassol. 
Dia 13 de agosto de 2015
Horário: 16 horas.
Local: Palácio dos Festivais
Filme participante da Mostra Gaúcha do 43º Festival de Cinema de Gramado. 
Classificação etária: Livre
INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA:
Planeta Tela Comunicações
Carolina Bressane
carolinabressane
Jornalista Responsável
Celso Sabadin – MTb 14.823 

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Em 10 de junho, quarta-feira, às 14h, será exibido o "Doc 143" na 14ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, no Teatro Pedro Ivo

Release – Porto Alegre, RS / Junho / 2015
Accorde Filmes

Doc 143 é selecionado para a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis

Por meio de um convite realizado no final de 2014 pela professora Maria Tereza Jardim Porto – a Guga, o cineasta Luiz Alberto Cassol realizou um encontro com alunos da turma 143, onde estuda sua filha, Maria Luiza, do 4º Ano do Ensino Fundamental do Colégio La Salle Dores, de Porto Alegre.
Com a proposta de fazer uma atividade lúdica e ao mesmo tempo provocar um diálogo com os alunos surgiu o argumento para o curta-metragem “Doc 143”: conversar com as crianças e mostrar um documentário sendo produzido na prática. Todos participaram nessa parceria do colégio e produtoras envolvidas, Accorde Filmes e Filmes de Junho.

O trabalho foi selecionado para a 14ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, a ser realizada de 05 a 14 de junho de 2015. A data de exibição é 10 de junho, quarta-feira, às 14h, no Teatro Pedro Ivo.

Foi uma experiência gratificante que resultou em uma troca de ideias sobre a vida somada a uma leveza nas respostas”, afirmou Cassol
 
Uma boa indicação para o resultado final, com duração de 07 minutos, é sua sinopse. “O que você pensa do mundo aos 10 anos de idade? Essa turma já respondeu.”

Mais informações da mostra em http://www.mostradecinemainfantil.com.br

Ficha Técnica:
Doc 143
(Brasil, Dezembro / 2014 / 07min)

Realização: Colégio La Salle Dores / Accorde Filmes / Filmes de Junho Produtora

Sinopse: O que você pensa do mundo aos 10 anos de idade? Essa turma já respondeu.

Equipe:
- Direção e Argumento: Luiz Alberto Cassol
- Direção de Fotografia: Josias Salvaterra – Mano
- Edição e Finalização: Lucas Tergolina
- Assistente de Edição: Guilhermes Pires Caron
- Som Direto: Matheus Pereira
- Produção e Still: Eluza Rafo
- Produção Executiva: Luiz Albero Cassol

- Colégio La Salle Dores
Diretora: Fabiane Franciscone
Professora: Guga - Maria Tereza Jardim Porto

- Agradecimentos:
Marilaine Castro da Costa
Marcio Papel
Paulo Nascimento

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Documentário “Janeiro 27” será exibido na web, na terça-feira, 27 de janeiro, em dois horários

Porto Alegre, RS, 21 de janeiro de 2015.
Release Accorde Filmes


Documentário “Janeiro 27” será exibido na web,
na terça-feira, 27 de janeiro, em dois horários

O documentário “Janeiro 27” traz depoimentos de pais e sobreviventes da tragédia na cidade de Santa Maria, ocorrida em 27 de janeiro de 2013, na boate Kiss, que vitimou 242 jovens, ao mesmo tempo em que reflete o tema a partir da perspectiva de pais e sobreviventes de dois casos muito similares, a boate The Sation, em Rhode Island, acontecido em 2003 no EUA e a boate Cromagñón, ocorrido em 2004 em Buenos Aires, na Argentina.

Com o apoio da Universidade Federal de Santa Maria – UFSM – Multiweb, na próxima terça-feira, 27 de janeiro, o documentário será exibido na Internet pelo endereço www.multiweb.ufsm.br/aovivo/canal1 em dois horários: 15h e 21h.

A iniciativa atende a um pedido da diretoria da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM), por meio de seu presidente, Adherbal Ferreira, para refletir sobre a tragédia, fazendo com que um maior número de pessoas tenha acesso ao documentário.

O filme teve o argumento desenvolvido por Luiz Alberto Cassol, Paulo Nascimento e Luciano Ribas que apresentam a seguinte sinopse: “Para que nunca mais aconteça. Não ao esquecimento.”

Janeiro 27” foi realizado após o pedido, para Cassol e Nascimento, dos pais Adherbal Ferreira e Sergio Silva, integrantes da AVTSM. A realização do documentário é da Accorde Filmes de Porto Alegre. O ator Leonardo Machado se somou na produção do documentário.

O filme não aborda aspectos da investigação ou questões jurídicas. Nunca tivemos essa intenção, pois não temos conhecimento para isso. Nossa opção foi muito bem definida: queríamos ouvir, dar voz aos pais e sobreviventes, tentar entender, na medida do possível, como eles enfrentaram e enfrentam o ocorrido”, afirma Cassol. 

O Janeiro 27 é um grito de não ao esquecimento. Não podemos aceitar que isso se repita. É a forma que temos, a partir do nosso trabalho na área do cinema, de poder colaborar, de alguma forma, para não acontecer novamente. É algo que não podemos aceitar”, relata o cineasta Paulo Nascimento.

O documentário foi exibido pela primeira vez durante o I Congresso Internacional Novos Caminhos, em janeiro de 2014, promovido pela AVTSM. Atualmente está sendo exibido em vários festivais, mostras de cinema e sessões seguidas de debate. Em 2014, o documentário foi exibido no “42º Festival de Gramado – Cinema Brasileiro e Latino” e no “Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano, em Havana”.

Para Adherbal Ferreira, Presidente da AVTSM, as exibições “fazem com que as pessoas pensem sobre o que aconteceu e para que outros pais não sofram o que sofremos. Não queremos o esquecimento. O filme não é para lembrar a tragédia é para lembrar nossos filhos, homenagear eles, amenizar um pouco a dor.

A exibição na próxima terça-feira tem apoio da UFSM – Multiweb e do Festival Santa Maria Vídeo e Cinema – SMVC.

Ficha Técnica Janeiro 27 – Realização Accorde Filmes

- Direção: Luiz Alberto Cassol e Paulo Nascimento
- Produção Executiva: Leonardo Machado, Luiz Alberto Cassol, Marilaine Castro da Costa, Paulo Nascimento
- Direção de Fotografia: Alexandre Berra
- Montagem e Finalização: Lucas Tergolina, Marcio Papel
- Direção de Produção: Juliane Fossatti
- Produção Argentina: Martin Viaggio
- Argumento: Luciano Ribas, Luiz Alberto Cassol, Paulo Nascimento
- Trilha Sonora Original: Felipe Vieira, Jonts Ferreira
- Mixagem e Finalização de Som: Bossa
- Câmeras: Alexandre Berra, Leonardo Machado
- Câmeras adicionais: Josias Salvaterra – Mano, Lucas Tergolina
- Cenas Aéreas: Finish Produtora
- Cenas Adicionais: Christian Lüdtke, Evandro Rigon, Rafael Rigon
- Som Direto: Josias Salvaterra – Mano, Renan Casarin
- Desgin Gráfico: Luciano Ribas
- Tradução Espanhol: Ane Siderman
- Tradução Inglês: Juliane Fossatti
- Produzido por Leonardo Machado, Luiz Alberto Cassol e Paulo Nascimento

Agradecimentos:
- Aline Bastos D´Ávila
- Eluza Rafo
- Guilherme Pires Caron
- Leonardo Peixoto
- Ralfe Cardoso
- Rosa Helena Wolk
- Télcio Brezolin
- Coordenação do 41º Festival de Cinema de Gramado

Agradecimentos Especiais:
- Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria – AVTSM
- Associação “Familias Por La Vida”
- Movimento Santa Maria do Luta à Luta
- Movimento Mães de Janeiro
- ONG Para Sempre Cinderelas

Realização:

- Accorde Filmes

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Estreia Cineclube Filmes de Junho

O Cineclube Filmes de Junho aqui na web estreia hoje, 1º de dezembro de 2014, com o curta-metragem “Naldo e as Batatas Sorriso”, do diretor Roberto Burd e equipe.

Burd e sua empresa produtora a Organismo Filmes fazem esta parceria com o Cineclube Filmes de Junho nessa estreia para que o público tenha um maior acesso ao cinema e todos os seus formatos e linguagens.

Então, segue o link de “Naldo e as Batatas Sorriso” desta “singela história que quer dizer tantas outras histórias” nas palavras de Burd.  O curta está com subtítulos disponíveis em inglês e espanhol:  https://vimeo.com/92431681

Como está no texto da Organismo Filmes: depois de assistirem o filme, entrem no link e deem uma nota de 1 a 10 no IMDB http://www.imdb.com/title/tt3117560/

E pra quem quiser ver mais uma produção da Organismo, não deixem de assistir “A Vida Deve Ser Assim” em https://vimeo.com/84406667 e dê seu voto também no IMDB - http://www.imdb.com/title/tt3117506/

Estamos estreando bem: direto com dois curtas.

É o Cineclube Filmes de Junho compartilhando seu projetor nas mais diferentes telas.

Nosso link: https://www.facebook.com/CineclubeFilmesdeJunho?ref=hl

Estamos também em cineclubefilmesdejunho.blogspot.com

sábado, 15 de novembro de 2014

Janeiro 27 entra em cartaz na Cinemateca Paulo Amorim na Casa de Cultura Mário Quintana

O documentário “Janeiro 27” entra em cartaz em 27 de novembro, às 19h 30min, na sala Norberto Lubisco, na Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre. A data marca 01 ano e 10 meses da tragédia de Santa Maria. 

Por uma deferência da diretoria e da equipe da Cinemateca Paulo Amorim o valor será simbólico de R$ 5,00. A princípio o documentário ficará em cartaz por uma semana até 03 de dezembro.

O documentário “Janeiro 27” traz depoimentos de pais e sobreviventes da tragédia na cidade de Santa Maria, ocorrida em 27 de janeiro de 2013, na boate Kiss, que vitimou 242 jovens, ao mesmo tempo em que reflete o tema a partir da perspectiva de pais e sobreviventes de dois casos muito similares, a boate The Sation, em Rhode Island, acontecido em 2003 no EUA e a boate Cromagñón, ocorrido em 2004 em Buenos Aires, na Argentina.

“Janeiro 27” foi dirigido por Luiz Alberto Cassol e Paulo Nascimento com produção da Accorde Filmes. O documentário foi realizado após o pedido, para Cassol e Nascimento, dos pais Adherbal Ferreira e Sergio Silva, integrantes da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM). O ator Leonardo Machado se somou aos diretores na produção do filme e, com o argumento, que também é a sinopse “Para que nunca mais aconteça. Não ao esquecimento”, a equipe, totalmente voluntária, realizou o documentário.

Para Adherbal Ferreira, Presidente da AVTSM, as exibições “fazem com que as pessoas pensem sobre o que aconteceu e para que outros pais não sofram o que sofremos. Não queremos o esquecimento. O filme não é para lembrar a tragédia é para lembrar nossos filhos, homenagear eles, amenizar um pouco a dor.”

(Divulgação: Accorde Filmes / Fotos: Bianca Pereira e Luiz Roese)

Ficha Técnica Janeiro 27 – Realização Accorde Filmes

Direção: Luiz Alberto Cassol e Paulo Nascimento

Produção Executiva: Leonardo Machado, Luiz Alberto Cassol, Marilaine Castro da Costa, Paulo Nascimento

Direção de Fotografia: Alexandre Berra

Montagem e Finalização: Lucas Tergolina, Marcio Papel

Direção de Produção: Juliane Fossatti

Produção Argentina: Martin Viaggio

Argumento: Luciano Ribas, Luiz Alberto Cassol, Paulo Nascimento

Trilha Sonora Original: Felipe Vieira, Jonts Ferreira

Mixagem e Finalização de Som: Bossa

Câmeras: Alexandre Berra, Leonardo Machado

Câmeras adicionais: Josias Salvaterra – Mano, Lucas Tergolina

Cenas Aéreas: Finish Produtora

Cenas Adicionais: Christian Lüdtke, Evandro Rigon, Rafael Rigon

Som Direto: Josias Salvaterra – Mano, Renan Casarin

Desgin Gráfico: Luciano Ribas

Tradução Espanhol: Ane Siderman

Tradução Inglês: Juliane Fossatti

Fotos: Bianca Pereira e Luiz Roese

Produzido por Leonardo Machado, Luiz Alberto Cassol e Paulo Nascimento

Agradecimentos:
- Aline Bastos D´Ávila
- Guilherme Pires Caron
- Leonardo Peixoto
- Ralfe Cardoso
- Rosa Helena Wolk
- Télcio Brezolin
- Coordenação do 41º Festival de Cinema de Gramado

Agradecimentos Especiais:
- Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria – AVTSM
- Associação “Familias Por La Vida”
- Movimento Santa Maria do Luta à Luta
- Movimento Mães de Janeiro
- ONG Para Sempre Cinderelas

Realização:
- Accorde Filmes


segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Cineclube Filmes de Junho

Vem aí o Cineclube Filmes de Junho. Aqui mesmo na Internet. Assistir, comentar e debater produções. Em breve.

Oficina Básica de Iluminação para Cinema e Vídeo (2009) - 8º SMVC

Parceiro Giovane Rocha aqui vai uma homenagem para ti, por meio da oficina que ministraste. Falo do making of da Oficina Básica de Iluminação para Cinema e Vídeo (2009) no 8º Festival Santa Maria Vídeo e Cinema - SMVC.

Homenageando a ti envio um abraço para todos os parceiros e parceiras do Festival. Aliás, vários aparecem nesse vídeo.

Em tempo 01: o SMVC apresentará suas propostas no próximo ano, já que passamos um ano sem mostras, seja no Festival ou na Mostra Internacional.


Em tempo 02: não existe nada nem ninguém, em qualquer esfera, que fará com que esse marcante projeto seja esquecido ou não realizado.

Janeiro 27 no Festival do Novo Cinema Latino-Americano de Havana

Documentário Janeiro 27 será exibido no
Festival Internacional do Novo Cinema Latino-Americano de Havana,
um dos principais festivais de cinema do mundo

Como parte da parceria do Festival de Cinema de Gramado com o “Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano” em Cuba, acontece uma mostra de filmes fora de competição. O Documentário Janeiro 27 foi selecionado para participar desta mostra a partir do convite dos dois festivais. A exibição acontece em 08 de dezembro, às 20h, no Cine Infanta.

Para realizar uma reflexão sobre o tema e homenagear vítimas, sobreviventes e familiares da tragédia de Santa Maria foi realizado o documentário “Janeiro 27” pela produtora Accorde Filmes de Porto Alegre, com direção de Luiz Alberto Cassol e Paulo Nascimento.  

Participar de um dos principais festivais internacionais demonstra o quanto temos que refletir sobre o tema e o quanto o documentário pode colaborar. Não podemos deixar cair no esquecimento”, relata Nascimento.

O filme traz depoimentos de pais e sobreviventes da tragédia na cidade de Santa Maria, ocorrida em 27 de janeiro de 2013, na boate Kiss, que vitimou 242 jovens, ao mesmo tempo em que reflete o tema a partir da perspectiva de pais e sobreviventes de dois casos muito similares, a boate The Sation, em Rhode Island, acontecido em 2003 no EUA e a boate Cromagñón, ocorrido em 2004 em Buenos Aires, na Argentina.

O documentário foi realizado após o pedido, para Cassol e Nascimento, dos pais Adherbal Ferreira e Sergio Silva, integrantes da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM). A ligação dos diretores com a cidade é muito forte. Luiz Alberto, atualmente morando em Porto Alegre, é natural de Santa Maria e coordena um Festival de Cinema todos os anos em sua cidade natal e, Paulo Nascimento, hoje residindo em São Paulo, residiu e realizou seus estudos em Santa Maria.

O filme não aborda aspectos da investigação ou questões jurídicas. Nunca tivemos essa intenção, pois não temos conhecimento para isso. Nossa opção foi muito bem definida: queríamos ouvir, dar voz aos pais e sobreviventes, tentar entender, na medida do possível, como eles enfrentaram e enfrentam o ocorrido”, afirma Cassol. 

O ator Leonardo Machado se somou a Luiz Alberto Cassol e Paulo Nascimento na produção do filme e, com o argumento, que também é a sinopse “Para que nunca mais aconteça. Não ao esquecimento”, a equipe, totalmente voluntária, realizou o documentário.

O Janeiro 27 é um grito de não ao esquecimento. Não podemos aceitar que isso se repita. É a forma que temos, a partir do nosso trabalho na área do cinema, de poder colaborar, de alguma forma, para não acontecer novamente. É algo que não podemos aceitar”, relata o cineasta Paulo Nascimento.

O documentário foi exibido pela primeira vez durante o Congresso Internacional Novos Caminhos, em janeiro de 2014, promovido pela AVTSM.

Tínhamos um compromisso com os pais de fazer a exibição como eles pediram, um ano depois do trágico ocorrido. Exibimos em Santa Maria e foi um momento de muita emoção. Nossa forma de poder fazer algo para que tragédias assim não voltem a acontecer é através do documentário.” afirma o diretor Paulo Nascimento.

Depois da primeira exibição em Santa Maria o documentário está recebendo convites para exibições comentadas em festivais e mostras de cinema, sempre fora de competição a pedido dos diretores. Recentemente, foi apresentado na  Argentina, durante o Festival Internacional “Oberá em Cortos” e no “Festival Latino-Americano de Lapacho”. No Brasil recentemente foi exibido no “Festival Santa Rosa Mostra Cinema” e no estado de Santa Catarina, em vários Institutos Federais de Educação, com a presença de professores e alunos. Numa das exibições houve debate com a presença do Presidente da AVTSM, Adherbal Ferreira e do diretor Luiz Alberto Cassol.

No 42º Festival de Gramado – Cinema Brasileiro e Latino, em agosto, o documentário foi exibido em sessão especial na noite da segunda-feira (11), com a presença de pais, familiares e equipe do filme. A sessão teve um destaque especial, pois foi a primeira exibição do filme na íntegra, contendo o  depoimento de Victoria Eagan, sobrevivente da tragédia da boate The Station. Para os produtores o depoimento permite que o tema pudesse ser mais abrangente em sua reflexão.

Para Adherbal Ferreira, Presidente da AVTSM, as exibições “fazem com que as pessoas pensem sobre o que aconteceu e para que outros pais não sofram o que sofremos. Não queremos o esquecimento. O filme não é para lembrar a tragédia é para lembrar nossos filhos, homenagear eles, amenizar um pouco a dor.

Ficha Técnica Janeiro 27 – Realização Accorde Filmes

Direção: Luiz Alberto Cassol e Paulo Nascimento

Produção Executiva: Leonardo Machado, Luiz Alberto Cassol, Marilaine Castro da Costa, Paulo Nascimento

Direção de Fotografia: Alexandre Berra

Montagem e Finalização: Lucas Tergolina, Marcio Papel

Direção de Produção: Juliane Fossatti

Produção Argentina: Martin Viaggio

Argumento: Luciano Ribas, Luiz Alberto Cassol, Paulo Nascimento

Trilha Sonora Original: Felipe Vieira, Jonts Ferreira

Mixagem e Finalização de Som: Bossa

Câmeras: Alexandre Berra, Leonardo Machado

Câmeras adicionais: Josias Salvaterra – Mano, Lucas Tergolina

Cenas Aéreas: Finish Produtora

Cenas Adicionais: Christian Lüdtke, Evandro Rigon, Rafael Rigon

Som Direto: Josias Salvaterra – Mano, Renan Casarin

Desgin Gráfico: Luciano Ribas

Tradução Espanhol: Ane Siderman

Tradução Inglês: Juliane Fossatti

Produzido por Leonardo Machado, Luiz Alberto Cassol e Paulo Nascimento

Agradecimentos:
- Aline Bastos D´Ávila
- Guilherme Pires Caron
- Leonardo Peixoto
- Ralfe Cardoso
- Rosa Helena Wolk
- Télcio Brezolin
- Coordenação do 41º Festival de Cinema de Gramado

Agradecimentos Especiais:
- Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria – AVTSM
- Associação “Familias Por La Vida”
- Movimento Santa Maria do Luta à Luta
- Movimento Mães de Janeiro
- ONG Para Sempre Cinderelas

Realização:
- Accorde Filmes